Torcedoras Femininas Vascão

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Dirigente admite insatisfação de Caetano e promete conversa com ele José Mandarino, vice de futebol, se revolta com atitude dos torcedores, mas afirma que diretor executivo não pediu para sai

rodrigo caetano dirigente do vascoRodrigo Caetano, dirigente do Vasco
(Foto: Márcio Iannacca / Globoesporte.com)
A invasão de um grupo de torcedores ao treino do Vasco nesta terça-feira causou muito mais do que constrangimentos ao time. Irritado com o acontecido, o diretor executivo, Rodrigo Caetano, deixou São Januário antes do fim das atividades do time e, de cabeça quente, disse a dirigentes que cogitava deixar o clube, conforme informou o blog “Primeira mão”. A decisão, porém, não foi tomada e há grandes chances que, mais tranquilo, Rodrigo repense sua postura. Nesta quarta-feira, a diretoria cruzmaltina irá conversar com ele.
- É natural que isso ocorra (insatisfação do Rodrigo). Ainda mais com uma pessoa que viveu aquela situação ainda mais de perto. Isso causa um trauma, inclusive em vocês (da imprensa). As pessoas ficam com receio de serem até agredidas. Ontem (terça), ele realmente deixou São Januário muito insatisfeito, mas não pediu para sair. E é natural que hoje ocorra uma conversa com o Rodrigo. (Os torcedores) Estão cuspindo no prato que comeram. São uns trogloditas, imbecis. Nós, inclusive, já fomos uma vez conversar com eles na grade (de São Januário) por mais de uma hora. E ontem eles foram na surdina e invadiram o campo, sem necessidade. Se colocássemos meia dúzia de seguranças ali, não aconteceria isso. Estamos pagando pela democratização – afirma José Mandarino, vice de futebol do Vasco.
Contratado no início de 2009 para tocar o projeto de reestruturação do clube, Rodrigo é considerado um dos principais responsáveis pela boa campanha do time na Série B. Contudo, divergências com alguns dirigentes têm desgastado o diretor executivo, que chegou a lamentar a falta de condições financeiras da equipe para a contratação de reforços.
De olho no imbróglio envolvendo Vasco e Rodrigo estão dois dos principais rivais do time da Colina. Flamengo e Fluminense gostariam de contar com o diretor. Na Gávea, Caetano seria o nome para comandar o futebol rubro-negro. Nas Laranjeiras, a contratação do diretor executivo agradaria ao técnico Muricy Ramalho, que gostaria de contar com um braço-direito na profissionalização do clube.

Nenhum comentário:

Postar um comentário